Search
Close this search box.
Home / Bíblia / Assuntos Gerais (Bíblia) / As DUAS grandes partes e OITO seções da Bíblia Sagrada

As DUAS grandes partes e OITO seções da Bíblia Sagrada

A divisão da Bíblia em duas grandes partes e em oito departamentos ou seções é uma forma de organizar e classificar os diferentes livros e gêneros literários contidos nela. Essa estrutura foi estabelecida ao longo do tempo para facilitar o estudo e a compreensão das Escrituras Sagradas.

Cada departamento ou seção aborda diferentes aspectos da fé, oferecendo uma ampla gama de ensinamentos e orientações práticas. Essas seções contribuem para a visão abrangente da mensagem bíblica e permite aos leitores explorar diferentes aspectos da espiritualidade e da vida em comunidade.

As duas grandes partes da Bíblia Sagrada

A Bíblia é dividida em duas partes principais: o Antigo Testamento e o Novo Testamento. A palavra “testamento” tem sua origem etimológica no grego “diatheke” e no latim “testamentum“, que significam pacto, acordo ou aliança. Essas duas partes da Bíblia representam a antiga aliança e a nova aliança, respectivamente.

A antiga aliança refere-se ao contrato estabelecido entre Deus e o povo de Israel, sendo preservada e transmitida pela comunidade judaica ao longo dos séculos. É uma revelação de Deus ao povo judeu contendo os ensinamentos, as promessas e os mandamentos que tinham com o intuito guiar a vida dos seus seguidores.

A nova aliança, por sua vez, teve sua origem anunciada desde que Adão e Eva pecaram no Jardim do Éden, conforme mencionado no livro de Gênesis 3:15, e se deu com a vinda do Senhor Jesus em Mateus 1:18, Mateus 1:16 e João 1:14.

No entanto, a nova aliança foi plenamente estabelecida com a vinda de Jesus Cristo. Jesus é o cumprimento das profecias do antigo testamento e a encarnação do amor e da salvação de Deus para a humanidade.

Sua morte na cruz é vista como o sacrifício que selou a nova aliança entre Deus e os cristãos, como expresso nas palavras de Jesus na Última Ceia: “Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós” (Lucas 22:20).

O Novo Testamento é composto pelos escritos dos discípulos de Jesus e outros seguidores no primeiro século d.C.

As 8 seções ou departamentos da Bíblia Sagrada

Nas duas grandes partes estão inseridas as seções ou departamentos. Listarei abaixo os departamentos ou seções presentes em cada uma das partes:

Antigo Testamento

1. Pentateuco (5 livros): Também conhecido como “a Lei” ou “os cinco livros de Moisés”, compreende os livros de Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Esses livros contêm relatos sobre a criação, a história dos patriarcas, a libertação do povo de Israel do Egito e a legislação dada por Deus a Moisés.

2. Livros Históricos (12 livros): Inclui livros como Josué, Juízes, Rute, 1º e 2º Samuel, 1º e 2º Reis, 1º e 2º Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Esses livros narram a história de Israel desde a entrada na Terra Prometida até o período pós-exílio babilônico.

3. Livros Poéticos e de Sabedoria (5 livros): Contém livros como Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares de Salomão. Esses livros apresentam poesia, cânticos, reflexões sobre a vida, sabedoria e conselhos práticos.

4. Profetas Maiores (5 livros): Compreende os livros de Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel. Esses livros contêm profecias, advertências e mensagens de Deus transmitidas pelos profetas.

5. Profetas Menores (12 livros): Inclui os livros de Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. Esses livros contêm profecias e mensagens adicionais de Deus transmitidas por outros profetas.

Novo Testamento

1. Evangelhos (4 livros): Compreende os quatro evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João. Esses livros narram a vida, os ensinamentos, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

2. Livro Histórico (1 livro): O livro de Atos dos Apóstolos relata a história da igreja primitiva e as atividades dos apóstolos após a ascensão de Jesus.

3. Epístolas Paulinas (13 Cartas/livros): Inclui as cartas escritas pelo apóstolo Paulo, como romanos, 1ª e 2ª Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, 1ª e 2ª Tessalonicenses, 1ª e 2ª Timóteo, Tito e Filemom. Essas epístolas oferecem ensinamentos teológicos, instruções para as igrejas e orientações para a vida cristã.

4. Epístolas Gerais (8 Cartas/livros): Contém as cartas aos Hebreus, Tiago, 1ª e 2ª Pedro, 1ª, 2ª e 3ª João e Judas. Essas epístolas são escritas por outros apóstolos e oferecem conselhos e exortações aos crentes.

5. Livro Profético (1 livro): O livro do Apocalipse é uma revelação de Jesus Cristo dada ao apóstolo João. Ele descreve eventos futuros e o fim dos tempos.

Detalhes Estruturais da Bíblia

A Bíblia Sagrada, escrita por diversos autores inspirados por Deus, abrange um período entre 1500 – 1400 a.C. e 100 d.C. Ela é composta por um total de 66 livros, distribuídos em 1.189 capítulos e 31.105 versículos (incluindo os versos dos livros poéticos).

O Antigo Testamento conta com 39 livros, 929 capítulos e 23.148 versículos, enquanto o Novo Testamento é composto por 27 livros, 260 capítulos e 7.957 versículos.

Esses dados correspondem à tradução Almeida Revista e Corrigida. Vale ressaltar que, em outras traduções, os números podem variar ligeiramente. Por exemplo, a Almeida Revista e Atualizada possui 31.104 versículos, com o final de 1 Samuel 20.42 sendo contabilizado como versículo 43. Já a Almeida Revista e Corrigida apresenta 31.105 versículos, incluindo o final de Juízes 5.31 como versículo 32.

Na versão King James, por sua vez, são registrados 31.102 versículos, ao combinar os versículos 14 e 15 de 3 João. Vale ressaltar que os textos originais em hebraico e grego, que serão abordados posteriormente, totalizam 31.171 versículos (21.213 no Antigo Testamento e 7.958 no Novo Testamento).

 Conclusão

Em suma, o Antigo Testamento e o Novo Testamento abrangem diferentes períodos da história, trazendo proporcionalmente a revelação divina aos seres humanos no decorrer da história.

As duas grandes partes, o Antigo Testamento e o Novo Testamento, juntamente com as oito seções ou departamentos, fornecem uma estrutura e organização valiosas para a Bíblia Sagrada.

No entanto, a verdadeira importância da Bíblia vai além de sua estrutura e divisões. Ela é a Palavra viva de Deus, capaz de tocar os corações, transformar vidas e conduzir as pessoas a um relacionamento mais profundo com o Criador.

Que possamos valorizar e buscar constantemente a sabedoria e a revelação divina presentes nas páginas da Bíblia Sagrada, permitindo que ela nos guie em nossa jornada de fé e nos conduza a uma vida plena em comunhão.

Referências bibliográficas

Bíblia. Português. Bíblia de Estudos Almeida. Tradução de João Ferreira de Almeida2ª edição, São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

SCHMID, Konrad; SCHROTER, Jens. O surgimento da Bíblia: Dos primeiros textos às Sagradas Escrituras. 1ª edição. Rio de Janeiro: Vozes, 2023.

SILVA, Antônio Gilberto da. A Bíblia através dos séculos. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 1986.

Leia também

Introdução à bibliologia

O que é bibliologia?

Introdução ao estudo das divisões do Antigo Testamento

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

Quem é o tema central da Bíblia Sagrada?

Ações simples para ler toda a Bíblia

Bíblia e Teologia: compreendendo a relação entre a palavra de Deus e o estudo teológico

Artigos Relacionados

Compartilhe:

Índice

Mais Populares

apostolo-paulo

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

diferenças-entre-sumo-sacerdotes-sacerdote-e-levita

Diferenças entre sumo sacerdote, sacerdote e levita.

biblia-palavra-de-deus

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

30-coisas-que-o-cristão-NÃO-deve-fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

genealogia

Por que existem duas genealogias de Jesus na Bíblia?

WhatsApp
Entre para o nosso grupo do WhatsApp e receba os nossos conteúdos no seu celular.