Search
Close this search box.
Home / Assuntos / Cotidiano / 30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

O cristianismo, em sua essência, é uma jornada de fé e transformação que desafia os seguidores de Cristo a viver conforme os princípios bíblicos.

Este artigo explora 30 comportamentos que os cristãos são aconselhados a evitar, visando promover um estilo de vida que reflita verdadeiramente o caráter de Jesus.

Cada tópico será examinado à luz das Escrituras, proporcionando uma compreensão mais profunda de como essas ações podem afetar o relacionamento com Deus e com o próximo.

1. Julgar seu próximo

Mateus 7:1-2 diz: “Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque, com o juízo com que julgais, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também.”

Romanos 14:13 orienta: “Não julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.”

2. Condenar as fraquezas dos outros

Gálatas 6:1 aconselha: “Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado.”

Tiago 4:12 afirma: “Há só um legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?”

3. Excluir ou rejeitar outras pessoas

Romanos 15:7 incentiva: “Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para a glória de Deus.”

1 João 4:20 declara: “Se alguém diz: Eu amo a Deus, e aborrece a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu.”

4. Sentir-se superior, ou melhor, que os outros

Filipenses 2:3 ensina: “Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.”

Lucas 18:14 lembra: “Porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado.”

5. Acusar pessoas que erram

João 8:7 relata: “Aquele que dentre vós está sem pecado, seja o primeiro que atire pedra contra ela.”

Efésios 4:32 aconselha: “Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.”

6. Agir de maneira hipócrita

Mateus 23:27-28 critica: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas, interiormente, estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia.”

1 Pedro 2:1 orienta: “Deixando, pois, toda a malícia, e todo o engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações.”

7. Fazer coisas só para ser visto

Mateus 6:1 adverte: “Guardai-vos de exercer a vossa justiça diante dos homens, com o fim de serdes vistos por eles; doutra sorte, não tereis galardão junto de vosso Pai celeste.”

Colossenses 3:23 encoraja: “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens.”

8. Vangloriar-se de obras feitas para outras pessoas

Mateus 6:2 diz: “Quando, pois, deres esmola, não toques trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a sua recompensa.”

2 Coríntios 10:17-18 ensina: “Aquele, porém, que se gloria, glorie-se no Senhor. Porque não é aprovado quem a si mesmo se louva, mas aquele a quem o Senhor louva.”

9. Fazer fofoca dos outros

Provérbios 16:28 alerta: “O homem perverso instiga a contenda, e o intrigante separa os maiores amigos.”

Tiago 4:11 instrui: “Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Aquele que fala mal do irmão, ou julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.”

10. Guardar rancor de outras pessoas

Efésios 4:31-32 orienta: “Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia, e toda malícia sejam tiradas dentre vós, bem como toda a bondade, e toda a misericórdia, e todo o perdão, como também Deus vos perdoou em Cristo.”

Levítico 19:18 ordena: “Não te vingarás, nem guardarás ira dos filhos do teu povo, mas amarás o teu próximo como a ti mesmo; Eu sou o SENHOR.”

11. Odiar pessoas

1 João 2:9 diz: “Aquele que diz estar na luz e odeia a seu irmão até agora está nas trevas.”

Levítico 19:17 aconselha: “Não odiarás a teu irmão no teu coração; mas repreenderás a teu próximo, para que não leves pecado por causa dele.”

12. Fazer outro cristão tropeçar

1 Coríntios 8:9 adverte: “Vede, porém, que essa liberdade vossa não venha de alguma maneira a ser tropeço para os fracos.”

Romanos 14:21 orienta: “Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça.”

13. Usar a Bíblia para discutir com outras pessoas

2 Timóteo 2:24 ensina: “E ao servo do Senhor não convém contender, mas, sim, ser manso para com todos, apto para ensinar.”

Tiago 1:19-20 recomenda: “Sabeis isto, meus amados irmãos; todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar; porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.”

14. Brigar com irmãos cristãos devido a opiniões diferentes

Romanos 14:19 exorta: “Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros.”

Efésios 4:2-3 aconselha: “Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz.”

15. Maltratar os outros

Provérbios 3:29-30 adverte: “Não maquines o mal contra o teu próximo, pois que habita contigo confiadamente.”

1 Pedro 3:9 orienta: “Não retribuindo mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção.”

16. Causar perturbações ou distrações

1 Coríntios 14:33 afirma: “Porque Deus não é Deus de confusão, e sim de paz. Como em todas as igrejas dos santos,”

Romanos 16:17 instrui: “E rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles.”

17. Desconsiderar as necessidades dos outros

Filipenses 2:4 encoraja: “Não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros.”

1 João 3:17 questiona: “Ora, se alguém tem deste mundo bens e vê a seu irmão necessitado e fecha contra ele o seu coração, como permanece nele o amor de Deus?”

18. Desrespeitar as autoridades

Romanos 13:1-2 ensina: “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; pois não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que existem foram ordenadas por Deus. De modo que aquele que se opõe à autoridade, resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação.”

Tito 3:1 lembra: “Lembra-lhes que se sujeitem aos governantes e às autoridades, que obedeçam e estejam prontos para toda boa obra.”

19. Deixar que as distrações o afastem de Deus

Mateus 6:33 orienta: “Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Lucas 10:41-42 destaca: “Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.”

20. Ignorar a voz e a presença de Deus

Isaías 55:6 incentiva: “Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.”

Jeremias 29:13 promete: “Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.”

21. Esconder seus sentimentos de Deus

Salmos 62:8 encoraja: “Confiai nele, ó, povo, em todo o tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio.”

1 Pedro 5:7 aconselha: “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.”

22. Desconectar-se de Deus

João 15:4 instrui: “Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma, não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim, nem vós, se não permanecerdes em mim.”

Apocalipse 3:20 revela: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.”

23. Duvidar da palavra ou do poder de Deus

Hebreus 11:6 declara: “Sem fé, é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.”

Marcos 9:23 afirma: “Jesus disse-lhe: Se podes! Tudo é possível ao que crê.”

24. Dar ouvidos a conselhos errados

Provérbios 19:20 recomenda: “Ouve o conselho e recebe a instrução, para que sejas sábio no teu fim.”

Salmos 1:1-2 adverte: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem seu prazer na lei do SENHOR e na sua lei, medita de dia e de noite.”

25. Recusar-se a colaborar com o próximo

Hebreus 10:24-25 incentiva: “E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.”

Romanos 12:16 aconselha: “Tende o mesmo sentimento uns para com os outros; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos.”

26. Preocupar-se demasiadamente com as coisas

Mateus 6:25 orienta: “Por isso vos digo: Não estejais ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?”

Filipenses 4:6 ensina: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidos diante de Deus os vossos pedidos, pela oração e pela súplica, com ações de graças.”

27. Ir à igreja por pressão

2 Coríntios 9:7 afirma: “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria.”

João 4:24 ensina: “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”

28. Deixar-se abalar diante dos problemas

João 16:33 encoraja: “Estas coisas vos tenho dito, para que em mim tenhais paz. No mundo, tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Salmos 46:1-2 conforta: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Portanto, não temeremos, ainda que a terra se mude e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares.”

29. Deixar de ir à igreja por alguém

Hebreus 10:25 exorta: “Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.”

Mateus 18:20 promete: “Pois onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.”

30. Deixar de prestar atenção durante os cultos

Lucas 10:39-42 narra: “E esta tinha uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não te importas de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe, pois, que me ajude. E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, que não lhe será tirada.”

1 Coríntios 14:40 instrui: “Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.”

Conclusão

A vida cristã é um chamado ao amor, à compreensão e à transformação pessoal que reflete a natureza de Cristo.

Cada um dos 30 tópicos abordados aqui destaca áreas que necessitam de atenção e cuidado para evitar comportamentos que desviam os cristãos de seu caminho espiritual e comprometem sua relação com Deus e com os outros.

Conscientizar-se destes aspectos e aplicar os ensinamentos bíblicos em resposta a eles é fundamental para o crescimento e amadurecimento na fé, fomentando uma comunidade cristã mais amorosa, pacífica e acolhedora.

Assim, ao refletir sobre essas práticas a evitar, os cristãos são convidados a perseguir um discipulado genuíno, pautado na sabedoria.

Referências Bibliográficas

BÍBLIA. Português. Bíblia de Estudos Almeida. Tradução de João Ferreira de Almeida. 2ª edição, São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Artigos Relacionados

Compartilhe:

Índice

Mais Populares

apostolo-paulo

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

diferenças-entre-sumo-sacerdotes-sacerdote-e-levita

Diferenças entre sumo sacerdote, sacerdote e levita.

biblia-palavra-de-deus

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

genealogia

Por que existem duas genealogias de Jesus na Bíblia?

30-coisas-que-o-cristão-NÃO-deve-fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

WhatsApp
Entre para o nosso grupo do WhatsApp e receba os nossos conteúdos no seu celular.