Search
Close this search box.
Home / Bíblia / Novo Testamento / Epístolas Paulinas / Ordem cronológica das epístolas paulinas

Ordem cronológica das epístolas paulinas

É complexo estabelecer uma data exata de cada carta paulina. Por essa razão, há variações nas datas sugeridas entre os acadêmicos, refletindo um consenso sobre períodos aproximados em vez de datas específicas.

A cronologia das epístolas paulinas é mais do que uma sequência de datas; ela revela o desenvolvimento do pensamento teológico de Paulo e suas respostas aos desafios emergentes na Igreja.

Desde a primeira carta aos Tessalonicenses até as cartas pastorais, Paulo aborda questões de doutrina, ética, e a prática comunitária, tecendo de instruções fundamentais para a fé cristã.

1ª Tessalonicenses

A primeira carta aos tessalonicenses foi escrita aproximadamente entre os anos de 50 – 51 d.C. Considerada a mais antiga das epístolas paulinas, esta carta aborda a perseguição, a ética cristã e a segunda vinda de Cristo (1 Tessalonicenses 4:13-18). É um chamado à perseverança e esperança.

2ª Tessalonicenses

A segunda carta aos tessalonicenses foi escrita aproximadamente entre os anos de 51 – 52 d.C. Segue a primeira carta, reafirmando a esperança na segunda vinda de Cristo e corrigindo mal-entendidos (2ª Tessalonicenses 2:1-3). Enfatiza a constância e a ética do trabalho.

Gálatas

A carta aos gálatas foi escrita aproximadamente entre os anos de 52 – 53 d.C. Paulo escreve com paixão aos Gálatas, combatendo ensinos falsos sobre a justificação pela fé e a liberdade cristã (Gálatas 5:1). Esta carta é crucial para entender a doutrina paulina da salvação.

1ª Coríntios

A primeira carta aos coríntios foi escrita aproximadamente entre os anos de 53 – 54 d.C. Nesta epístola, Paulo aborda divisões, moralidade e questões litúrgicas na igreja de Corinto (1 Coríntios 13). O famoso capítulo sobre o amor reflete a ética de vida comunitária.

2ª Coríntios

A segunda carta aos coríntios foi escrita aproximadamente entre os anos de 55 – 56 d.C. Uma resposta pessoal e pastoral, abordando críticas e mal-entendidos sobre seu ministério (2 Coríntios 12:9). Revela a humanidade e a defesa da apostolicidade de Paulo.

Romanos

A carta aos romanos foi escrita aproximadamente entre os anos de 55 – 56 d.C. Uma exposição profunda da teologia da salvação, justificação pela fé e a relação entre judeus e gentios (Romanos 8:38-39). É considerada a obra-prima teológica de Paulo.

Filipenses

A carta aos filipenses foi escrita aproximadamente entre os anos de 60 – 61 d.C. Escrita da prisão, esta carta exorta a alegria e a humildade cristã (Filipenses 4:4). Reflete os laços afetivos e o encorajamento de Paulo à igreja.

Colossenses

A carta aos colossenses foi escrita aproximadamente entre os anos de 60 – 61 d.C. Paulo adverte contra as filosofias e ensinos falsos, apresentando a supremacia de Cristo (Colossenses 2:9). É uma defesa da doutrina cristológica.

Filemom

A carta a Filemom foi escrita aproximadamente entre os anos de 60 – 61 d.C. Uma carta pessoal pedindo reconciliação e perdão em relação a um escravo fugitivo, Onésimo. Destaca-se pela abordagem de relações interpessoais na comunidade.

Efésios

A carta aos efésios foi escrita aproximadamente entre os anos de 60 – 62 d.C. Uma carta circular enfatizando a unidade da igreja e o plano cósmico de Deus (Efésios 3:18-19). É rica em doutrina e aplicação ética.

1ª Timóteo

A primeira carta a Timóteo foi escrita aproximadamente entre os anos de 62 – 64. Com instruções para liderança e organização eclesiástica, com ênfase na sã doutrina e conduta (1ª Timóteo 3:15). Revela preocupações com a ordem e heresia.

2ª Timóteo

A segunda carta a Timóteo foi escrita aproximadamente entre os anos de 66 – 67. Considerada a última carta de Paulo, é um chamado emocionante para a perseverança e fidelidade no ministério (2ª Timóteo 4:7). Um testamento pessoal e pastoral.

Tito

A carta a Tito foi escrita aproximadamente entre os anos de 63 – 65. Com orientações para a liderança e a vida saudável da igreja em Creta, com foco na conduta ética e ensinos sãos (Tito 2:1-14).

Conclusão

A cronologia das epístolas paulinas não é apenas uma sequência de documentos antigos, mas uma narrativa vibrante que revela o coração pulsante da fé cristã.

Cada carta, com suas preocupações e contextos específicos, contribui para uma compreensão mais rica da teologia, ética e prática comunitária da Igreja primitiva.

Estudar essas cartas cronologicamente permite aos leitores contemporâneos perceber o desenvolvimento do pensamento de Paulo e a maneira como ele articulava o evangelho diante de diferentes desafios.

Leia também

Quem foi Saulo?

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

Artigos Relacionados

Compartilhe:

Índice

Mais Populares

apostolo-paulo

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

diferenças-entre-sumo-sacerdotes-sacerdote-e-levita

Diferenças entre sumo sacerdote, sacerdote e levita.

biblia-palavra-de-deus

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

genealogia

Por que existem duas genealogias de Jesus na Bíblia?

30-coisas-que-o-cristão-NÃO-deve-fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

WhatsApp
Entre para o nosso grupo do WhatsApp e receba os nossos conteúdos no seu celular.