Search
Close this search box.
Home / Teologia / Eclesiologia / Qual é a igreja evangélica ideal para frequentar?

Qual é a igreja evangélica ideal para frequentar?

Na contemporaneidade, a multiplicidade de igrejas e denominações evangélicas apresenta um desafio para muitos cristãos que buscam uma comunidade de fé.

Jesus, ao fundar sua igreja, não tinha em mente um edifício ou uma instituição, mas um corpo de pessoas comprometidas com o Reino de Deus.

Os apóstolos, seguindo o legado de Jesus, estabeleceram comunidades centradas na proclamação do Evangelho, no amor fraterno e na esperança da eternidade.

Igreja: um corpo de seres humanos em crescimento

É essencial reconhecer que a igreja é constituída por seres humanos. Assim como qualquer outra instituição ou comunidade, não está isenta de erros, falhas e conflitos.

Provérbios 27:17 nos lembra: “Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro”. Isso sugere que os conflitos, quando tratados de maneira construtiva, podem ser oportunidades para crescimento e aprimoramento mútuo.

Todos os cristãos estão em um contínuo processo de salvação e santificação. Alguns podem parecer estar mais avançados nessa jornada, enquanto outros podem parecer estar mais atrás.

Contudo, todos somos chamados a olhar para a Palavra de Deus como nossa bússola e guia. É em momentos de tensão e desafio que devemos nos lembrar das exortações das Escrituras, como em Efésios 4:2: “Sejam completamente humildes e pacientes, suportando mutualmente com amor”.

Os “desigrejados” no Brasil

Nos últimos anos, o Brasil testemunha de um fenômeno religioso intrigante e revelador: o aumento significativo dos chamados “desigrejados”.

Os desigrejados, como o nome sugere, são pessoas que, ainda possuindo profunda crença e fé em Deus, decidem se afastar das igrejas.

Essa decisão muitas vezes não é fruto de um distanciamento da fé, mas sim uma reação a possíveis experiências negativas ou insatisfatórias nas estruturas eclesiásticas.

A busca pela “igreja ideal para congregar” torna-se uma jornada pessoal e muitas vezes solitária que os fazem questionar, sobre qual é a igreja evangélica ideal para frequentar.

Uma igreja liderada por homens conscientes da própria falibilidade

Em primeiro lugar, a igreja evangélica ideal para frequentar, a liderança precisa estar conforme 1ª Timóteo 3:2-4, onde os líderes são irrepreensíveis, cada um casado com uma única esposa e apto a dirigir bem sua família.

Estas qualidades não são meras prescrições ritualísticas, mas indicam o caráter e a maturidade exigida de alguém em posição de liderança.

Entender a própria falibilidade é essencial. Líderes que reconhecem suas imperfeições podem procurar com mais confiança a graça de Cristo.

Além disso, uma liderança que busca continuamente o conhecimento nas Escrituras, isso é fundamental para manter a igreja clara com a verdade bíblica.

A Igreja próxima à Bíblia, independente da geografia

Não se trata de proximidade geográfica, mas espiritual. Em 2ª Timóteo 3:16, lemos sobre a inspiração divina das Escrituras.

A igreja ideal mantém a Palavra de Deus como sua autoridade suprema, não apenas lendo, mas vivendo-a. Distâncias podem ser percorridas, mas compromissos com a verdade bíblica devem ser inabaláveis.

As Escrituras servem como bússola, direcionando a igreja através dos desafios contemporâneos, garantindo sua permanência na missão divina.

Uma igreja que proclama o amor e a responsabilidade cristã

O amor de Cristo é transformador e a igreja deve ser sua principal mensageira. Entretanto, esse amor vai além de sentimentos. Envolve também responsabilidade, santidade e um compromisso com a verdade.

A igreja cristã que não se esquiva de falar contra o pecado, mas também destaca a redenção disponível em Cristo.  

O evangelho é uma mensagem de graça, mas também de transformação — um convite para abandonar o velho eu e abraçar uma nova vida em Cristo.

Uma igreja que fala sobre a realidade da vida após a morte

A eternidade é uma verdade central do cristianismo, é uma realidade conforme ensinado pelo próprio Jesus Cristo.

Em Mateus 25:46, há destinos eternos opostos esperando a humanidade: a vida eterna e a separação de Deus. A igreja não pode silenciar sobre essas realidades.

É seu dever esclarecer e ensinar sobre o céu e o inferno, incentivando os cristãos a viverem vidas concedidas com o propósito eterno de Deus.

Uma igreja que prioriza o eterno sobre o temporário

Em uma sociedade que muitas vezes valoriza a benção material acima de tudo, a igreja deve se levantar como uma voz que prioriza o Reino dos céus.  

Enquanto Deus se preocupa com nossas necessidades terrenas, Mateus 6:33 nos lembra da prioridade do Reino.

A igreja não deve abandonar os princípios eternos em busca de bênçãos temporais. O verdadeiro tesouro está no céu e na comunhão com Deus.

Uma igreja de oração e cuidado

Atos 2:42 descreve a igreja primitiva como uma comunidade dedicada à oração. A oração não é apenas uma atividade, mas a vida da igreja.

Além disso, a igreja deve ser um refúgio, onde os membros se sentem amados, cuidados e apoiados.

O bem-estar espiritual, emocional e físico de seus membros deve ser uma prioridade.

Uma igreja de missões e responsabilidade social

A Grande Comissão, conforme descrita em Mateus 28:19-20, é uma clara diretiva de Jesus Cristo aos seus seguidores para evangelizar todas as nações.

Esta é, sem dúvida, a principal missão da igreja, e tem sido o pilar central do cristianismo ao longo dos séculos.

No entanto, o chamado da igreja vai além da proclamação do evangelho em termos espirituais; envolve também um profundo compromisso com o bem-estar físico, emocional e social das comunidades nas quais está inserida.

Uma igreja que tem Jesus Cristo com foco central

A igreja é formada por seres humanos falíveis, e isso inclui todos, desde o membro mais novo até o pastor principal.

No entanto, a verdadeira igreja mantém Jesus Cristo no centro de tudo. Ele é a cabeça, o fundador e o salvador.

A liderança merece respeito, mas a devoção deve ser dirigida exclusivamente a Cristo.

Conclusão

A busca pela igreja ideal é mais do que encontrar um lugar para frequentar aos domingos.

É encontrar uma comunidade que ressoe com os ensinamentos de Cristo e dos apóstolos, um lugar onde a Palavra de Deus é honrada e vivida diariamente.

Em meio a tantas vozes e mensagens conflitantes no mundo de hoje, o cristão precisa de uma igreja que se mantém firmemente ancorado, na verdade bíblica.

Que cada cristão seja guiado pelo Espírito Santo nessa busca e, ao encontrar uma tal comunidade, invista nela, confiante para seu crescimento e testemunho no mundo.

Perguntas Frequentes

1. O que significa ser parte da igreja de Jesus?

Servir a Jesus acima de qualquer circunstância e viver em comunhão com os irmãos em uma igreja centrada na disseminação do Evangelho, no amor fraternal e na esperança da vida eterna.

2. A igreja não é perfeita, então por que devo me juntar a uma?

Lembre-se de que a igreja é formada por seres humanos, cada um com suas falhas e imperfeições. Conforme Provérbios 27:17 destaca, é por meio de nossas interações (às vezes desafiadoras) que crescemos e nos aprimoramos. Em Efésios 4:2, somos aconselhados a ser pacientes e amorosos uns com os outros, refletindo a graça de Cristo em nossas relações.

3. O que são os “desigrejados”?

O termo “desigrejados” refere-se a pessoas que, embora ainda tenham uma forte fé em Deus, escolheram se distanciar das igrejas. Isso pode surgir de experiências negativas ou de uma busca pessoal pela “igreja ideal”.

4. O que devo esperar de uma liderança eclesiástica?

A liderança da igreja, de acordo com 1ª Timóteo 3:2-4, deve ser irrepreensível e ter um caráter maduro. Eles devem estar constantemente buscando orientação nas Escrituras, garantindo que a verdade bíblica seja o centro de todos os ensinamentos e ações da igreja.

5. Como uma igreja deve se relacionar com a Bíblia?

Uma igreja deve ter a Bíblia como sua principal fonte de autoridade, conforme mencionado em 2ª Timóteo 3:16. Não é apenas sobre ler, mas vivenciar os ensinamentos das Escrituras.

6. Qual deve ser o foco central de qualquer igreja?

Jesus Cristo deve ser o coração e o foco de qualquer igreja. Ele é a pedra angular sobre a qual a igreja é construída.

7. Como posso encontrar a igreja certa para mim?

Busque uma comunidade que viva segundo os ensinamentos bíblicos, onde você se sinta acolhido e onde possa crescer espiritualmente. Peça orientação ao Espírito Santo em sua busca e lembre-se de que encontrar uma igreja é também sobre investir nela e contribuir para o corpo de Cristo.

Referência Bibliográfica

BEZERRA, Cícero. Eclesiologia: igreja e perspectivas pastorais – Série Conhecimentos em Teologia. Curitiba: Editora InterSaberes, 2017.

Artigos Relacionados

Compartilhe:

Índice

Mais Populares

apostolo-paulo

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

diferenças-entre-sumo-sacerdotes-sacerdote-e-levita

Diferenças entre sumo sacerdote, sacerdote e levita.

biblia-palavra-de-deus

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

30-coisas-que-o-cristão-NÃO-deve-fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

genealogia

Por que existem duas genealogias de Jesus na Bíblia?

WhatsApp
Entre para o nosso grupo do WhatsApp e receba os nossos conteúdos no seu celular.