Search
Close this search box.
Home / Assuntos / É pecado? / O que é masturbação?

O que é masturbação?

A masturbação é um ato de estimulação dos órgãos genitais para obter prazer e satisfação sexual. Geralmente, envolve o toque ou acariciamento dos órgãos, podendo também incluir o uso de brinquedos sexuais.

É comum que a masturbação esteja associada ao estímulo visual ou à imaginação, e muitas pessoas recorrem a materiais visuais, como pornografia, ou fantasias eróticas para aumentar a excitação. Esses estímulos visuais ou mentais podem auxiliar no processo de despertar a sexualidade e ampliar a sensação de prazer durante a masturbação.

Tanto homens como mulheres podem envolvem nessa prática. No entanto, é importante ressaltar que a frequência e os padrões de masturbação podem variar entre os indivíduos e também podem ser influenciados por diferentes fatores, como influências culturais e normas sociais que podem afetar a maneira como a masturbação é percebida e discutida.

A masturbação, é pecado?

Embora a Bíblia não faça referência direta à masturbação como um pecado, é importante considerar o contexto geral dos ensinamentos bíblicos sobre sexualidade e pureza. A pratica da masturbação pode ser considerada um ato pecaminoso devido suas ações que geralmente a acompanham, como pensamentos impuros e o consumo de pornografia, os quais são indiretamente condenadas pelas Escrituras.

A Bíblia nos instrui a buscar a pureza sexual e a controlar nossos pensamentos, impulsos e desejos. Jesus ensinou que a luxúria e a cobiça são pecados do coração, e não apenas atos externos (Marcos 7:20-23, Mateus 19:9, João 8:10-11). Portanto, é importante examinar não apenas a prática da masturbação, mas também os pensamentos e motivações por trás dela.

É crucial lembrar que Deus nos chama a viver uma vida de santidade e pureza em todas as áreas, inclusive na esfera sexual.

O que a bíblia diz a respeito?

E a Bíblia condena, o envolvimento com a pornografia. A pornografia é considerada contrária aos princípios morais e éticos ensinados nas escrituras sagradas. Enfatiza também sobre a importância da pureza de pensamentos na vida cristã.  Existem vários trechos da Bíblia que nos orientam sobre a importância de cultivar pensamentos puros e controlar nossos desejos carnais, evitando a imoralidade sexual e a luxúria (1 Tessalonicenses 4:3-5, 1 Pedro 2:11).

A Palavra de Deus nos encoraja a buscar a pureza sexual em nossas mentes e corações. Através dos versículos bíblicos, somos lembrados da importância de cuidar de nossos pensamentos e desejos. Por exemplo, em Mateus 5:28, Jesus nos adverte sobre a necessidade de não ceder aos pensamentos de luxúria, dizendo: “Eu, porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar já em seu coração cometeu adultério com ela.” Esse versículo nos mostra a importância de manter nossos pensamentos puros e evitar fantasias ou desejos que possam nos levar à imoralidade sexual.

Outro exemplo é encontrado em Filipenses 4:8, onde somos instruídos a pensar em coisas verdadeiras, nobres e justas: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Esse versículo nos lembra da importância de alimentar nossas mentes com pensamentos que são edificantes e que nos aproximam de Deus, evitando assim os pensamentos impuros.

A Bíblia também nos encoraja a fugir da imoralidade sexual e buscar a pureza. Em 1 Coríntios 6:18, somos exortados a “Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que fornica peca contra o seu próprio corpo.” Essa passagem nos mostra a seriedade da pureza sexual e nos incentiva a tomar medidas práticas para evitar situações ou pensamentos que possam levar à imoralidade.

Esses são apenas alguns exemplos de como a Bíblia nos guia a cultivar pensamentos puros e a buscar a pureza sexual. Ela nos lembra da importância de controlar nossas mentes e desejos, redirecionando-os para coisas que são verdadeiras, nobres e justas. Através desses ensinamentos, somos encorajados a viver uma vida de pureza e a honrar a Deus em todas as áreas de nossa sexualidade.

Aqueles que estão vivendo esta prática, o que fazer?

Se você está enfrentando momentos de luta contra a impureza em sua jornada cristã, incluindo a prática da masturbação, não perca a esperança. A Bíblia nos traz uma mensagem encorajadora em 1 João 2:1: “Meus queridos filhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Mas, se alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”. Portanto, saiba que Jesus está disponível para ajudá-lo nessa situação.

Comece se aproximando de Jesus por meio da oração, compartilhando sinceramente com Ele os detalhes de seus pecados e sua necessidade de ajuda. Fale com Ele abertamente sobre sua luta e seu desejo de superar essa situação.

Lembre-se das palavras de Jesus registradas em Mateus 26:41: “Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca”. Esteja vigilante e comprometido com a oração, buscando a presença de Deus em sua vida diariamente.

Além disso, é importante fazer mudanças práticas em seus hábitos e ambiente. Evite lugares e situações que facilitem a prática da masturbação. Concentre-se em preencher sua mente com pensamentos centrados em Jesus e na sua palavra. Busque atividades saudáveis e construtivas que possam ocupar sua mente e redirecionar sua energia positivamente.

Saiba que essa jornada de superação pode exigir tempo e esforço. Se você cometer erros ao longo do caminho, não se desanime. Jesus é o seu Advogado, pronto para estender-lhe sua graça e perdão quando você se arrepender e buscar sua ajuda.

Confie na fidelidade e no poder de Deus para capacitá-lo a vencer essa luta. Busque o apoio de irmãos e irmãs na fé, compartilhando sua jornada e pedindo suas orações. A jornada em busca de libertação requer perseverança e confiança em Deus, fiel para nos ajudar em nossas fraquezas.

Em suma, a abordagem da masturbação à luz da fé cristã envolve uma combinação de compreensão bíblica e discernimento pessoal. A busca por uma vida de pureza e intimidade com Deus é um processo contínuo, no qual cada pessoa é chamada a buscar a vontade de Deus, receber sua graça e crescer em santidade, confiando em sua capacidade de nos ajudar em nossa jornada de fé e vida.

Artigos Relacionados

Compartilhe:

Índice

Mais Populares

apostolo-paulo

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

diferenças-entre-sumo-sacerdotes-sacerdote-e-levita

Diferenças entre sumo sacerdote, sacerdote e levita.

biblia-palavra-de-deus

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

genealogia

Por que existem duas genealogias de Jesus na Bíblia?

30-coisas-que-o-cristão-NÃO-deve-fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

WhatsApp
Entre para o nosso grupo do WhatsApp e receba os nossos conteúdos no seu celular.