Search
Close this search box.
Home / Bíblia / Velho Testamento / Livros Históricos (História) / Os 31 reis derrotados por Josué

Os 31 reis derrotados por Josué

A conquista de Canaã, liderada por Josué, é uma das narrativas mais fascinantes e inspiradoras da Bíblia.

Este evento é uma demonstração poderosa da fé, obediência e liderança de Josué, guiado por Deus, para cumprir a promessa feita aos ancestrais de Israel.

Josué enfrentou muitos desafios, mas, com a ajuda divina, conseguiu vencer reis poderosos e estabelecer o povo de Israel na Terra Prometida.

Cada vitória de Josué não foi apenas um triunfo militar, mas também um sinal do cumprimento das promessas divinas.

Cada batalha e cada rei derrotado representam um passo significativo na jornada do povo de Israel para estabelecer-se em uma terra que lhes foi prometida por gerações.

Essas vitórias são narradas com detalhes minuciosos na Bíblia, destacando não apenas as estratégias de guerra, mas também as intervenções milagrosas de Deus.

Este artigo detalhará cada um dos reis que Josué derrotou, explorando os contextos das batalhas, as consequências das derrotas, as mortes dos reis, e os despojos obtidos.

A análise será baseada em versículos bíblicos, proporcionando uma compreensão profunda e fundamentada dos eventos históricos descritos nas Escrituras Sagradas.

1. Rei de Jericó

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha de Jericó é uma das mais conhecidas na Bíblia. O cerco à cidade é descrito em Josué 6. A cidade de Jericó estava fortemente fortificada, mas Deus deu instruções específicas a Josué sobre como conquistar a cidade. Os israelitas marcharam ao redor da cidade uma vez por dia durante seis dias e, no sétimo dia, marcharam sete vezes, tocaram as trombetas e gritaram, e as muralhas de Jericó caíram (Josué 6:3-5).

Consequência da derrota: A queda de Jericó foi um marco importante para os israelitas. Após a destruição das muralhas, os israelitas entraram na cidade e a destruíram completamente. Todos os habitantes foram mortos, exceto Raabe e sua família, que haviam ajudado os espiões israelitas. A cidade foi queimada, e todo o ouro, prata e objetos de bronze e ferro foram consagrados ao Senhor (Josué 6:17-19).

Como o rei morreu: O rei de Jericó não é mencionado pelo nome, mas a Bíblia diz que ele foi destruído com todos os seus habitantes. Josué 6:21 afirma que “destruíram totalmente a fio de espada tudo o que havia na cidade, tanto homens como mulheres, tanto jovens como velhos, e até bois, ovelhas e jumentos”.

Teve despojos? Os israelitas não tomaram despojos pessoais de Jericó. Todo o ouro, prata e objetos de bronze e ferro foram colocados no tesouro do Senhor, conforme as instruções divinas (Josué 6:24).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “Assim o povo gritou, e os sacerdotes tocaram as trombetas. E sucedeu que, ouvindo o povo o sonido da trombeta, gritou com grande brado, e o muro caiu abaixo, e o povo subiu à cidade, cada um em frente de si, e tomaram a cidade.” (Josué 6:20).


2. Rei de Ai

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha de Ai, ocorreu após a vitória em Jericó. A primeira tentativa de conquistar Ai, falhou devido ao pecado de Acã, que tomou despojos proibidos de Jericó (Josué 7:1-5). Após lidar com o pecado, Josué organizou um novo ataque. A estratégia envolvia uma emboscada: uma parte do exército israelita atraiu os homens de Ai para fora da cidade, enquanto outro grupo invadiu e incendiou a cidade (Josué 8:3-8).

Consequência da derrota: Com a cidade de Ai, capturada, os israelitas mataram todos os seus habitantes e tomaram a cidade. A destruição de Ai, serviu como um forte aviso para outras cidades cananeias sobre o poder e a determinação dos israelitas, assim como a seriedade com que Deus lidava com a obediência e a santidade do Seu povo (Josué 8:25-26).

Como o rei morreu: O rei de Ai, foi capturado vivo e levado a Josué. Após a batalha, Josué ordenou que ele fosse enforcado numa árvore até a noite. Ao pôr-do-sol, o corpo do rei foi retirado e lançado na entrada da cidade, sobre um monte de pedras (Josué 8:29).

Teve despojos? Diferente de Jericó, Deus permitiu que os israelitas tomassem os despojos de Ai. Eles levaram o gado e os bens da cidade como despojo de guerra, conforme Deus havia instruído (Josué 8:2).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: Então Josué e todo o Israel com ele tomou a cidade, e cada um tomou a sua posição e feriram a cidade a fio de espada.” (Josué 8:21).


3. Rei de Jerusalém

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Jerusalém, Adoni-Zedeque, ocorreu após ele formar uma coalizão com outros quatro reis amorreus para atacar Gibeão, que havia feito um tratado de paz com Israel (Josué 10:1-5). Josué e os israelitas marcharam durante a noite e surpreenderam os amorreus em Gibeão, desbaratando-os com a ajuda divina, incluindo uma tempestade de pedras e a extensão do dia para permitir a completa vitória (Josué 10:9-11).

Consequência da derrota: A derrota dos cinco reis amorreus, incluindo o rei de Jerusalém, foi um golpe significativo contra a resistência cananeia. Esta vitória não apenas garantiu a segurança de Gibeão, mas também demonstrou o poder de Deus em lutar pelo Seu povo, desmoralizando outras cidades cananeias (Josué 10:16-21).

Como o rei morreu: Adoni-Zedeque e os outros quatro reis se esconderam numa caverna em Maquedá. Josué mandou selar a entrada da caverna até que a batalha estivesse completa. Depois, os reis foram levados a Josué, que ordenou que fossem mortos e pendurados em árvores. Seus corpos foram jogados na caverna e selados com grandes pedras (Josué 10:22-27).

Teve despojos? A Bíblia não menciona especificamente os despojos de Jerusalém após a derrota do seu rei. O foco do relato está na execução dos reis e na continuação da campanha de Josué contra as cidades amorreias (Josué 10:28-30).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E sucedeu que, fugindo eles de diante de Israel, à descida de Bete-Horom, o Senhor lançou sobre eles do céu grandes pedras até Azeca, e morreram; e foram mais os que morreram com as pedras de saraiva do que os filhos de Israel mataram à espada.” (Josué 10:11).


4. Rei de Hebrom

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Hebrom ocorreu logo após a derrota dos reis amorreus. Josué e seu exército marcharam contra Hebrom e atacaram a cidade, seguindo a mesma estratégia ofensiva, rápido e surpresa utilizada nas batalhas anteriores (Josué 10:36).

Consequência da derrota: A captura de Hebrom foi significativa porque a cidade era uma das mais antigas e importantes de Canaã. A destruição da cidade e de seus habitantes reforçou o domínio de Israel sobre a região montanhosa, demonstrando novamente a eficácia da liderança de Josué e o apoio divino às suas campanhas (Josué 10:37).

Como o rei morreu: O rei de Hebrom, assim como os habitantes da cidade, foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas destruíram completamente a cidade, não deixando sobreviventes, conforme o padrão estabelecido nas campanhas anteriores (Josué 10:37).

Teve despojos? Os relatos bíblicos sobre a batalha em Hebrom não mencionam especificamente os despojos tomados. A ênfase está na destruição completa da cidade e na eliminação de todos os seus habitantes (Josué 10:37).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: E Josué, e todo o Israel com ele, subiu de Eglom a Hebrom, e pelejaram contra ela.” (Josué 10:36).


5. Rei de Jarmute

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Jarmute também ocorreu no contexto da coalizão amorreia que atacou Gibeão. Jarmute fazia parte da aliança liderada por Adoni-Zedeque, rei de Jerusalém. Após a derrota inicial em Gibeão, as forças de Jarmute foram perseguidas e derrotadas pelos israelitas (Josué 10:3-5).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Jarmute e seus aliados enfraqueceu significativamente a resistência amorreia na região. A eliminação dessas forças permitiu que Josué avançasse com menos oposição, facilitando a conquista de outras cidades cananeias (Josué 10:10-11).

Como o rei morreu: O rei de Jarmute foi um dos cinco reis que se esconderam na caverna em Maquedá. Após a batalha, ele foi capturado, morto e pendurado numa árvore, seguindo a mesma execução dos outros reis da coalizão amorreia. Seus corpos foram finalmente jogados na caverna e selados (Josué 10:22-27).

Teve despojos? A Bíblia não menciona despojos específicos de Jarmute. Como em outras batalhas contra a coalizão amorreia, a ênfase está na eliminação dos reis e na continuação das campanhas militares de Josué (Josué 10:28-30).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: E sucedeu que, fugindo eles de diante de Israel, à descida de Bete-Horom, o Senhor lançou sobre eles do céu grandes pedras até Azeca, e morreram; e foram mais os que morreram com as pedras de saraiva do que os filhos de Israel mataram à espada. (Josué 10:11).


6. Rei de Laquis

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Laquis ocorreu após a derrota dos reis amorreus. Josué e os israelitas cercaram Laquis e atacaram a cidade, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 10:31-32).

Consequência da derrota: A conquista de Laquis foi estratégica, pois a cidade era uma fortaleza importante na rota entre as planícies e as montanhas. A vitória sobre Laquis permitiu que os israelitas controlassem uma passagem crucial, facilitando futuras campanhas na região (Josué 10:32).

Como o rei morreu: O rei de Laquis foi morto durante a captura da cidade. Josué e os israelitas destruíram completamente Laquis, seguindo o padrão de não deixar sobreviventes (Josué 10:33).

Teve despojos? Os relatos bíblicos sobre Laquis não detalham os despojos tomados. A narrativa enfatiza a completa destruição da cidade e a eliminação de todos os seus habitantes (Josué 10:33).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E o Senhor entregou também Laquis nas mãos de Israel, que a tomou no dia seguinte e a feriu a fio de espada, e a todo o seu povo, conforme tudo quanto fizera a Libna.” (Josué 10:32).


7. Rei de Eglom

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Eglom ocorreu no mesmo contexto da coalizão amorreia. Eglom fazia parte da aliança liderada por Adoni-Zedeque, e suas forças foram envolvidas na batalha em Gibeão. Após a derrota inicial, Josué perseguiu e eliminou as forças restantes (Josué 10:3-5).

Consequência da derrota: A queda de Eglom, com as outras cidades da coalizão, enfraqueceu significativamente a resistência na região. Isso permitiu que Josué e os israelitas avançassem em suas conquistas sem enfrentar forte oposição organizada (Josué 10:34-35).

Como o rei morreu: O rei de Eglom foi capturado com os outros reis da coalizão amorreia. Após a batalha, ele foi morto e pendurado numa árvore. Seus corpos foram finalmente jogados na caverna e selados com pedras (Josué 10:22-27).

Teve despojos? A Bíblia não menciona despojos específicos de Eglom. A ênfase dos relatos está na destruição das forças inimigas e na continuação das campanhas militares (Josué 10:34-35).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: Josué disse: ‘Abram a entrada da caverna e tragam-me aqueles cinco reis’. Fizeram isso e tiraram da caverna os cinco reis: os reis de Jerusalém, de Hebrom, de Jarmute, de Laquis e de Eglom. (Josué 10:22-23).


8. Rei de Gezer

Onde e como a batalha ocorreu: Gezer foi uma das cidades que tentaram ajudar Laquis quando esta estava sendo atacada pelos israelitas. Josué desviou parte de suas forças para enfrentar o exército de Gezer e os derrotou rapidamente, impedindo que ajudassem Laquis (Josué 10:33).

Consequência da derrota: A derrota de Gezer impediu que as forças de Laquis recebessem reforços, facilitando a sua captura. A eliminação da ameaça de Gezer garantiu que os israelitas focassem em outras campanhas sem temer ataques por trás (Josué 10:33).

Como o rei morreu: O rei de Gezer foi morto durante o ataque de Josué. A Bíblia não fornece muitos detalhes sobre sua morte, mas segue o padrão das outras batalhas onde o rei e seus habitantes foram eliminados (Josué 10:33).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente despojos de Gezer. A narrativa foca na eliminação da ameaça que a cidade representava e na continuação das campanhas israelitas (Josué 10:33).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “Então Horão, rei de Gezer, subiu para auxiliar a Laquis; porém Josué o feriu a ele e ao seu povo, até que nenhum deles lhe deixou com vida.” (Josué 10:33).


9. Rei de Debir

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Debir ocorreu durante a campanha de Josué para conquistar o sul de Canaã. Josué e seu exército marcharam contra Debir após capturar Hebrom, seguindo sua estratégia de avançar rapidamente e atacar de surpresa (Josué 10:38).

Consequência da derrota: A queda de Debir consolidou o domínio israelita na região sul de Canaã. A destruição da cidade e de seus habitantes assegurou que não haveria resistência significativa nesta área, permitindo a Josué focar em outras partes de Canaã (Josué 10:39).

Como o rei morreu: O rei de Debir foi morto durante o ataque de Josué à cidade. Josué e os israelitas seguiram o mesmo padrão de destruição, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 10:39).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Debir. A narrativa destaca a eliminação completa da população e a destruição da cidade (Josué 10:39).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E voltou-se Josué, e todo o Israel com ele, contra Debir, e pelejou contra ela.” (Josué 10:38).


10. Rei de Geder

Onde e como a batalha ocorreu: Geder foi uma das cidades conquistadas por Josué durante suas campanhas em Canaã. Embora a Bíblia não forneça muitos detalhes específicos sobre a batalha em Geder, ela é mencionada entre as cidades cujos reis foram derrotados por Josué (Josué 12:13).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Geder contribuiu para o domínio crescente de Israel sobre Canaã. Cada cidade conquistada solidificava o controle israelita e enfraquecia a resistência das nações cananeias (Josué 12:7-24).

Como o rei morreu: A Bíblia não especifica os detalhes da morte do rei de Geder, mas ele foi listado entre os reis derrotados e mortos por Josué. O padrão das campanhas sugere que ele foi morto durante a captura da cidade (Josué 12:13).

Teve despojos? Não há menção específica de despojos tomados de Geder na Bíblia. A ênfase das narrativas está nas vitórias e na destruição dos inimigos (Josué 12:13).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Geder, outro” (Josué 12:13).


11. Rei de Horma

Onde e como a batalha ocorreu: Horma foi uma das cidades atacadas por Josué durante suas campanhas militares. O nome Horma significa “destruição”, refletindo o destino que aguardava seus habitantes sob a liderança de Josué (Josué 12:14).

Consequência da derrota: A destruição de Horma representou mais um passo no enfraquecimento das cidades cananeias. Cada vitória de Josué consolidava o controle israelita e desmoralizava os povos cananeus, que viam suas defesas sendo sistematicamente desmanteladas (Josué 12:14).

Como o rei morreu: Embora a Bíblia não forneça detalhes específicos sobre a morte do rei de Horma, ele é listado entre os reis derrotados por Josué, indicando que ele foi morto durante a campanha de conquista (Josué 12:14).

Teve despojos? A Bíblia não menciona despojos específicos tomados de Horma. A narrativa continua a destacar a vitória de Josué e a eliminação dos reis cananeus (Josué 12:14).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Horma, outro” (Josué 12:14).


12. Rei de Arade

Onde e como a batalha ocorreu: A cidade de Arade estava localizada no deserto do Negebe. Josué liderou uma campanha para capturar a cidade e derrotar seu rei, continuando a estratégia de submeter todas as cidades cananeias à autoridade israelita (Josué 12:14).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Arade fortaleceu ainda mais o domínio de Israel sobre Canaã. A eliminação de outra cidade inimiga contribuiu para a estabilidade e segurança das tribos israelitas nas áreas conquistadas (Josué 12:14).

Como o rei morreu: Embora os detalhes específicos da morte do rei de Arade não sejam fornecidos, ele foi listado entre os reis derrotados por Josué. Seguindo o padrão das outras campanhas, é provável que ele tenha sido morto durante a captura da cidade (Josué 12:14).

Teve despojos? Não há menção específica de despojos tomados de Arade na Bíblia. A narrativa enfatiza a eliminação dos reis inimigos e a continuação das campanhas militares de Josué (Josué 12:14).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Arade, outro” (Josué 12:14).


13. Rei de Libna

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Libna aconteceu após a vitória sobre a coalizão amorreia. Josué e os israelitas cercaram Libna e atacaram a cidade, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 10:29-30).

Consequência da derrota: A captura de Libna foi estratégica para controlar a região e garantir a segurança das tribos israelitas. A eliminação da cidade impediu qualquer resistência organizada que ameaçasse o domínio israelita (Josué 10:29-30).

Como o rei morreu: O rei de Libna foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas destruíram completamente a cidade, não deixando sobreviventes, seguindo o padrão das outras campanhas (Josué 10:30).

Teve despojos? Os relatos bíblicos sobre a batalha em Libna não mencionam especificamente os despojos tomados. A ênfase está na destruição completa da cidade e na eliminação de todos os seus habitantes (Josué 10:30).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E o Senhor entregou também Laquis nas mãos de Israel, que a tomou no dia seguinte e a feriu a fio de espada, e a todo o seu povo, conforme tudo quanto fizera a Libna.” (Josué 10:30).


14. Rei de Adulão

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Adulão ocorreu durante as campanhas militares de Josué para conquistar o sul de Canaã. Josué e seu exército marcharam contra a cidade, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:15).

Consequência da derrota: A derrota de Adulão consolidou ainda mais o domínio israelita na região sul de Canaã. A destruição da cidade e de seus habitantes assegurou que não haveria resistência significativa nesta área, permitindo a Josué focar em outras partes de Canaã (Josué 12:15).

Como o rei morreu: O rei de Adulão foi morto durante o ataque de Josué à cidade. Josué e os israelitas seguiram o mesmo padrão de destruição, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:15).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Adulão. A narrativa destaca a eliminação completa da população e a destruição da cidade (Josué 12:15).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Adulão, outro” (Josué 12:15).


15. Rei de Maqueda

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Maqueda ocorreu no contexto da coalizão amorreia. Após a derrota dos cinco reis amorreus, Josué perseguiu e capturou Maqueda, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 10:28).

Consequência da derrota: A captura de Maqueda foi crucial para consolidar o domínio israelita na região e assegurar que não haveria resistência organizada das cidades cananeias. A vitória fortaleceu ainda mais a posição de Josué e do povo de Israel (Josué 10:28).

Como o rei morreu: O rei de Maqueda foi capturado e morto durante a campanha de Josué. Seguindo o padrão de outras batalhas, ele foi executado. (Josué 10:27-28).

Teve despojos? Os relatos bíblicos sobre Maqueda não mencionam despojos específicos. A ênfase está na destruição da cidade e na eliminação de todos os seus habitantes (Josué 10:28).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E aquele dia tomou Josué a Maqueda, e a feriu a fio de espada, e ao seu rei destruiu completamente, a eles e a toda a alma que nela havia; ninguém deixou restante; e fez ao rei de Maqueda como fizera ao rei de Jericó.” (Josué 10:28).


16. Rei de Betel

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Betel ocorreu durante as campanhas militares de Josué para conquistar Canaã. Betel era uma cidade fortificada importante, e Josué utilizou uma estratégia similar à usada em outras batalhas para capturá-la (Josué 12:16).

Consequência da derrota: A captura de Betel foi significativa para assegurar o controle israelita sobre a região central de Canaã. A eliminação da cidade e de seus habitantes reforçou a posição de Israel e facilitou futuras conquistas (Josué 12:16).

Como o rei morreu: O rei de Betel foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:16).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Betel. A narrativa foca na eliminação dos reis inimigos e na continuação das campanhas militares de Josué (Josué 12:16).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Betel, outro” (Josué 12:16).


17. Rei de Tapua

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Tapua ocorreu durante as campanhas militares de Josué. A cidade de Tapua foi atacada e capturada seguindo a estratégia de ataques rápidos e decisivos utilizada por Josué (Josué 12:17).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Tapua contribuiu para o domínio crescente de Israel sobre Canaã. Cada cidade conquistada solidificava o controle israelita e enfraquecia a resistência das nações cananeias (Josué 12:17).

Como o rei morreu: A Bíblia não especifica os detalhes da morte do rei de Tapua, mas ele foi listado entre os reis derrotados e mortos por Josué. O padrão das campanhas sugere que ele foi morto durante a captura da cidade (Josué 12:17).

Teve despojos? Não há menção específica de despojos tomados de Tapua na Bíblia. A ênfase das narrativas está nas vitórias e na destruição dos inimigos (Josué 12:17).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Tapua, outro” (Josué 12:17).


18. Rei de Hefer

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Hefer foi uma das muitas campanhas conduzidas por Josué para conquistar Canaã. A cidade foi atacada e capturada por Josué e seu exército (Josué 12:17).

Consequência da derrota: A captura de Hefer fortaleceu ainda mais o controle israelita sobre Canaã. Cada vitória aumentava a segurança das tribos israelitas e enfraquecia a resistência dos cananeus (Josué 12:17).

Como o rei morreu: O rei de Hefer foi morto durante o ataque de Josué à cidade. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:17).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Hefer. A narrativa destaca a eliminação completa da população e a destruição da cidade (Josué 12:17).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Hefer, outro” (Josué 12:17).


19. Rei de Afeque

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Afeque foi mais uma das campanhas de Josué. A cidade de Afeque foi atacada e capturada por Josué e seu exército, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:18).

Consequência da derrota: A captura de Afeque foi um passo importante para o domínio israelita sobre a região. Cada cidade conquistada assegurava a posição de Israel e demonstrava o poder de Deus agindo em favor de Seu povo (Josué 12:18).

Como o rei morreu: O rei de Afeque foi morto durante a captura da cidade. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:18).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Afeque. A narrativa continua a enfatizar a eliminação dos reis inimigos e a consolidação do domínio israelita (Josué 12:18).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Afeque, outro” (Josué 12:18).


20. Rei de Lassarom

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Lassarom ocorreu durante as campanhas de Josué em Canaã. A cidade de Lassarom foi atacada e capturada, seguindo a mesma estratégia de Josué para subjugar as cidades cananeias (Josué 12:18).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Lassarom contribuiu para o fortalecimento do domínio israelita sobre a região. Cada vitória de Josué aumentava a segurança das tribos de Israel e enfraquecia a resistência dos cananeus (Josué 12:18).

Como o rei morreu: O rei de Lassarom foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:18).

Teve despojos? Não há menção específica de despojos tomados de Lassarom na Bíblia. A narrativa continua a enfatizar as vitórias e a eliminação inimiga (Josué 12:18).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Lassarom, outro” (Josué 12:18).


21. Rei de Madom

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Madom ocorreu durante as campanhas de Josué no norte de Canaã. O rei de Madom formou uma coalizão com outros reis para enfrentar Israel, mas foi derrotado por Josué em uma batalha decisiva (Josué 11:1-8).

Consequência da derrota: A derrota de Madom e seus aliados foi um golpe significativo para a resistência cananeia no norte. A vitória de Josué sobre essa coalizão assegurou o domínio israelita sobre uma vasta região, facilitando a conquista de outras cidades (Josué 11:10).

Como o rei morreu: O rei de Madom foi morto durante a batalha contra Josué. A Bíblia relata que Josué atacou a cidade de Madom e eliminou todos os seus habitantes, incluindo o rei (Josué 11:10).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos tomados de Madom. A narrativa foca na vitória sobre a coalizão de reis e na eliminação de seus líderes (Josué 11:10).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Madom, outro” (Josué 11:8).


22. Rei de Hazor

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Hazor foi uma das mais significativas nas campanhas de Josué. Jabin, rei de Hazor, liderou uma coalizão de reis cananeus contra Israel, mas foi derrotado por Josué em uma batalha decisiva (Josué 11:1-8).

Consequência da derrota: A derrota de Hazor foi um golpe devastador para a resistência cananeia. Hazor era a cidade mais poderosa da região, e sua queda simbolizou a desintegração da resistência organizada contra Israel (Josué 11:10-11).

Como o rei morreu: O rei de Hazor, Jabin, foi morto durante a batalha contra Josué. Após a vitória, Josué atacou a cidade de Hazor, matando todos os seus habitantes e incendiando a cidade, incluindo o rei (Josué 11:10-11).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos tomados de Hazor. A ênfase está na destruição total da cidade e na eliminação de seus habitantes (Josué 11:10-11).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E naquele tempo tornou Josué, e tomou a Hazor, e feriu a seu rei à espada; porquanto Hazor dantes era cabeça de todos estes reinos.” (Josué 11:10).


23. Rei de Sinrom-Merom

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Sinrom-Merom ocorreu durante as campanhas de Josué no norte de Canaã. Sinrom-Merom foi um dos reis que se uniram à coalizão liderada por Jabin, rei de Hazor, para enfrentar Israel (Josué 11:1-8).

Consequência da derrota: A derrota da coalizão de Sinrom-Merom e outros reis enfraqueceu significativamente a resistência no norte de Canaã. A vitória de Josué consolidou o domínio israelita sobre uma vasta região, facilitando a conquista de outras cidades (Josué 11:8).

Como o rei morreu: O rei de Sinrom-Merom foi morto durante a batalha contra Josué. A Bíblia relata que Josué atacou e destruiu completamente as forças da coalizão, incluindo o rei de Sinrom-Merom (Josué 11:8).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos tomados de Sinrom-Merom. A narrativa foca na vitória sobre a coalizão de reis e na eliminação de seus líderes (Josué 11:8).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E o Senhor os deu nas mãos de Israel, e os feriram, e os perseguiram até Sidom, a Grande, e até Misrefote-Maim, e até o vale de Mispá, ao oriente; e os feriram, até não lhes deixarem nenhum restante.” (Josué 11:8).


24. Rei de Acsafe

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Acsafe ocorreu durante as campanhas de Josué no norte de Canaã. O rei de Acsafe foi um dos que se uniram à coalizão liderada por Jabin, rei de Hazor, para enfrentar Israel (Josué 11:1-8).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Acsafe e seus aliados enfraqueceu ainda mais a resistência cananeia no norte. A vitória de Josué assegurou o domínio israelita sobre uma vasta região, facilitando a conquista de outras cidades (Josué 11:8).

Como o rei morreu: O rei de Acsafe foi morto durante a batalha contra Josué. A Bíblia relata que Josué atacou e destruiu completamente as forças da coalizão, incluindo o rei de Acsafe (Josué 11:8).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos tomados de Acsafe. A narrativa foca na vitória sobre a coalizão de reis e na eliminação de seus líderes (Josué 11:8).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “E o Senhor os deu nas mãos de Israel, e os feriram, e os perseguiram até Sidom, a Grande, e até Misrefote-Maim, e até o vale de Mispá, ao oriente; e os feriram, até não lhes deixarem nenhum restante.” (Josué 11:8).


25. Rei de Taanaque

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Taanaque ocorreu durante as campanhas de Josué em Canaã. A cidade de Taanaque foi atacada e capturada por Josué e seu exército, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:21).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Taanaque fortaleceu ainda mais o controle israelita sobre a região. Cada vitória aumentava a segurança das tribos israelitas e enfraquecia a resistência dos cananeus (Josué 12:21).

Como o rei morreu: O rei de Taanaque foi morto durante o ataque de Josué à cidade. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:21).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Taanaque. A narrativa destaca a eliminação completa da população e a destruição da cidade (Josué 12:21).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Taanaque, outro” (Josué 12:21).


26. Rei de Megido

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Megido foi uma das muitas campanhas conduzidas por Josué para conquistar Canaã. A cidade de Megido foi atacada e capturada por Josué e seu exército (Josué 12:21).

Consequência da derrota: A captura de Megido foi um passo importante para o domínio israelita sobre a região. Cada cidade conquistada assegurava a posição de Israel e demonstrava o poder de Deus agindo em favor de Seu povo (Josué 12:21).

Como o rei morreu: O rei de Megido foi morto durante a captura da cidade. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:21).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Megido. A narrativa continua a enfatizar a eliminação dos reis inimigos e a consolidação do domínio israelita (Josué 12:21).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Megido, outro” (Josué 12:21).


27. Rei de Quedes

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Quedes foi mais uma das campanhas de Josué em Canaã. A cidade de Quedes foi atacada e capturada por Josué e seu exército, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:22).

Consequência da derrota: A derrota do rei de Quedes contribuiu para o fortalecimento do domínio israelita sobre a região. Cada vitória de Josué aumentava a segurança das tribos de Israel e enfraquecia a resistência dos cananeus (Josué 12:22).

Como o rei morreu: O rei de Quedes foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:22).

Teve despojos? Não há menção específica de despojos tomados de Quedes na Bíblia. A narrativa continua a enfatizar as vitórias e a eliminação dos inimigos (Josué 12:22).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Quedes, outro” (Josué 12:22).


28. Rei de Jocneão do Carmelo

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Jocneão do Carmelo ocorreu durante as campanhas de Josué em Canaã. A cidade foi atacada e capturada por Josué e seu exército, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:22).

Consequência da derrota: A captura de Jocneão do Carmelo fortaleceu ainda mais o controle israelita sobre a região. Cada vitória aumentava a segurança das tribos israelitas e enfraquecia a resistência dos cananeus (Josué 12:22).

Como o rei morreu: O rei de Jocneão do Carmelo foi morto durante o ataque de Josué à cidade. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:22).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Jocneão do Carmelo. A narrativa destaca a eliminação completa da população e a destruição da cidade (Josué 12:22).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei Jocneão do Carmelo, outro” (Josué 12:22).


29. Rei de Dor no outeiro de Dor

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Dor ocorreu durante as campanhas de Josué em Canaã. A cidade de Dor, localizada no outeiro de Dor, foi atacada e capturada por Josué e seu exército (Josué 12:23).

Consequência da derrota: A captura de Dor no outeiro de Dor foi um passo importante para assegurar o domínio israelita sobre a região costeira. A eliminação da cidade e de seus habitantes contribuiu para a estabilidade e segurança das tribos israelitas (Josué 12:23).

Como o rei morreu: O rei de Dor foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:23).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Dor. A narrativa foca na eliminação dos reis inimigos e na continuação das campanhas militares de Josué (Josué 12:23).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Dor no outeiro de Dor, outro” (Josué 12:23).


30. Rei de Goim em Gilgal

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra o rei de Goim em Gilgal ocorreu durante as campanhas de Josué em Canaã. A cidade foi atacada e capturada por Josué e seu exército, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:23).

Consequência da derrota: A captura de Goim em Gilgal foi mais um passo no fortalecimento do domínio israelita sobre Canaã. Cada vitória de Josué assegurava a posição de Israel e demonstrava o poder de Deus agindo em favor de Seu povo (Josué 12:23).

Como o rei morreu: O rei de Goim foi morto durante a captura da cidade. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:23).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Goim em Gilgal. A narrativa continua a enfatizar a eliminação dos reis inimigos e a consolidação do domínio israelita (Josué 12:23).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Goim em Gilgal, outro” (Josué 12:23).


31. Rei de Tirza

Onde e como a batalha ocorreu: A batalha contra Tirza ocorreu durante as campanhas de Josué em Canaã. A cidade de Tirza foi atacada e capturada por Josué e seu exército, seguindo a mesma estratégia de ataques rápidos e decisivos (Josué 12:24).

Consequência da derrota: A captura de Tirza foi um passo importante para assegurar o domínio israelita sobre a região. A eliminação da cidade e de seus habitantes contribuiu para a estabilidade e segurança das tribos israelitas (Josué 12:24).

Como o rei morreu: O rei de Tirza foi morto durante o ataque israelita. Josué e os israelitas seguiram o padrão de destruição total, eliminando o rei e todos os habitantes da cidade (Josué 12:24).

Teve despojos? Os relatos bíblicos não mencionam especificamente os despojos de Tirza. A narrativa foca na eliminação dos reis inimigos e na continuação das campanhas militares de Josué (Josué 12:24).

Versículo da Bíblia sobre a batalha: “O rei de Tirza, outro.” (Josué 12:24).


Conclusão

As campanhas de Josué para conquistar Canaã são testemunhos poderosos da fé e obediência do povo de Israel sob a liderança de Josué.

Cada vitória sobre os reis cananeus não foi apenas um triunfo militar, mas também um cumprimento das promessas divinas feitas aos ancestrais de Israel.

A liderança de Josué e a intervenção de Deus foram fundamentais para o sucesso dessas campanhas.

Cada batalha descrita na Bíblia serve como um lembrete da fidelidade de Deus às Suas promessas e da importância da obediência e santidade entre o Seu povo.

A destruição dos reis cananeus e suas cidades assegurou que o povo de Israel pudesse se estabelecer na Terra Prometida, cumprindo assim o destino que Deus havia planejado para eles.

Essas histórias de conquista são mais do que relatos históricos; elas são lições espirituais para os leitores de todas as gerações.

Elas mostram que, com fé e obediência, é possível superar desafios aparentemente intransponíveis e alcançar as promessas de Deus.

Referências Bibliográficas

BÍBLIA. Português. Bíblia de Estudos Almeida. Tradução de João Ferreira de Almeida. 2ª edição, São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

CHAMPLIN, Russel N. Comentário Bíblico | Novo Testamento Interpretado | 6 Vol. São Paulo: Editora Hagnos, 2019

Veja também:

111 perguntas bíblicas e teológicas sobre os livros históricos

Artigos Relacionados

Compartilhe:

Índice

Mais Populares

apostolo-paulo

33 fatos relevantes da vida do apóstolo Paulo

diferenças-entre-sumo-sacerdotes-sacerdote-e-levita

Diferenças entre sumo sacerdote, sacerdote e levita.

biblia-palavra-de-deus

A Bíblia é ou ‘contém’ a palavra de Deus?

30-coisas-que-o-cristão-NÃO-deve-fazer

30 coisas que o cristão NÃO deve fazer

genealogia

Por que existem duas genealogias de Jesus na Bíblia?

WhatsApp
Entre para o nosso grupo do WhatsApp e receba os nossos conteúdos no seu celular.